Envíanos un email a discernir@discernir.info Síguenos en Facebook Suscríbete a nuestro canal de YouTube Síguenos en Twitter Arriba
"Y enseñarán a mi pueblo a hacer diferencia entre lo santo y lo profano, y les enseñarán a discernir entre lo limpio y lo no limpio. "(Ez. 44:23)
Artículos
Ferindo o Corpo de CristoLeer artículo en españolLer em Português
Hiriendo al Cuerpo de Cristo

"Então, vos hão de entregar para serdes atormentados e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as gentes por causa do meu nome. Nesse tempo, muitos serão escandalizados, e trair-se-ão uns aos outros, e uns aos outros se aborrecerão.

"E surgirão muitos falsos profetas e enganarão a muitos. E, por se multiplicar a iniquidade, o amor de muitos se esfriará. Mas aquele que perseverar até ao fim será salvo." (Mateo 24:9-13)

O texto de Mateus 24 e 25 é um dos mais atuais hoje-em-dia, e cada um de nós que nos confessamos filhos de Deus, deveríamos tê-lo presente em cada momento de nossas vidas.

Essa passagem nos conta os sinais que o Senhor Jesus deu aos discípulos, quando lhe perguntaram quando seria o fim dos tempos a Sua vinda.

Se prestarmos atenção no que está acontecendo, considero que estamos justo nesse ponto, no qual duas coisas importantes estão ocorrendo:

  1. O mundo aborrece e persegue que se confessar seguidor de Cristo, matando a muitos. Provavelmente, inclusive isso não tenho feito mais que começar.
  2. Muitos estão tropeçando, entregando-se uns aos outros e se aborrecendo.

Depois, o texto alerta de novo sobre os falsos ministros que, com sua maldade, farão o amor de muitos se esfriar, um fato que dará passo para o anticristo.

Tristemente, vimos estes dias um espetáculo vergonhoso e desprezível nas redes sociais, que reflete bem o fato de que muitos se aborrecerão e entregarão uns ao outros.

O ponto de partida desse exemplo é um homem solteiro, boliviano, muito conhecido nas redes sociais, que se inclinava pela linha judeu-messiânica. Ao parecer, segundo o vídeo que ele mesmo parece ter publicado, era presa de um vício ao sexo ilícito, estimulado me meios eletrônicos.

Mas, não quero me concentrar nessa pessoa nem no suposto pecado, mas na forma em que algumas pessoas que dizem serem cristãs, defensoras da sã doutrina, caça apóstatas, etc., comportaram-se na rede social.

É preciso saber distinguir entre o que é um apóstata, um mercador da fé ou um falso ministro, e uma pessoa que caiu em pecado.

O primeiro é uma pessoa que, pelo motivo que for, nega a Cristo e se afasta da sua fé. Nesse âmbito, pode-se ver muita ignorância, qualificando como apóstatas os mercadores da fé.

Os mercadores da fé são aqueles que são falsos ministros e que usam o Reino de Deus para manipular a fé das pessoas com o fim de obter sus fins, sejam eles econômicos, sexuais, de poder, etc.

Entre os que dizem defender a sã doutrina, o que se vê é que uma grande parte, ainda que não todos, não tem nem ideia de em que consiste "defender" e menos "sã doutrina". Por "defender a sã doutrina", entendem "arrojar pedras por todos os lados" de acordo com seus critérios particulares, que não têm nada a ver com a Bíblia.

Voltando ao caso dessa pessoa, a maior parte das pessoas manifestou uma crueldade impressionante para com ele nas redes sociais.

Isso nos mostra coisas importantes:

  1. Não sabem distinguir entre um falso mestre e uma pessoa que pecou, ainda que tenha haja uma enorme diferença entre ambos os casos.
  2. Julgam, sem dar importância aos critérios bíblicos. Condenam e executam sentencia, sem considerar que somente Deus tem a potestade para fazê-lo. Isto é colocam-se no lugar de Deus.
  3. Ignoram totalmente que Jesus veio para restaurar o homem caído, e não afundá-lo em suas misérias.

A pergunta, então, é: Quem peca mais?

Eu acho que quem atira pedras, em considerar esses três pontos, no aspecto mais suave, está sendo imprudente, julgando injusta e indevidamente. Essa imprudência tem uma base que é muito, muito perigosa: apoia-se em um orgulho que caracterizava, por exemplo, o fariseu da parábola, e as consequências para essas pessoas são terríveis.

"E disse também esta parábola a uns que confiavam em si mesmos, crendo que eram justos, e desprezavam os outros: Dois homens subiram ao templo, a orar; um, fariseu, e o outro, publicano."

"O fariseu, estando em pé, orava consigo desta maneira: Ó Deus, graças te dou, porque não sou como os demais homens, roubadores, injustos e adúlteros; nem ainda como este publicano. Jejuo duas vezes na semana e dou os dízimos de tudo quanto possuo.

O publicano, porém, estando em pé, de longe, nem ainda queria levantar os olhos ao céu, mas batia no peito, dizendo: Ó Deus, tem misericórdia de mim, pecador! 14 Digo-vos que este desceu justificado para sua casa, e não aquele; porque qualquer que a si mesmo se exalta será humilhado, e qualquer que a si mesmo se humilha será exaltado." (Lucas 18:9-14)

Além disso, essas pessoas, do alto de sua justiça própria, mostram seus frutos claramente:

  • Costumam ser pessoas que estão amargurada pela falta de perdão quanto a experiências passadas que não souberam solucionar biblicamente.
  • Se olharmos seu perfil na rede social, veremos que não oferecem nenhuma contribuição edificante. Dedicam-se a difundir fofocas como se fossem "denúncias" e defesa da "sã doutrina.
  • Não são capazes de argumentar sobre ideias e contra argumentar com fundamento bíblico, mas fazem uso de insultos "cristãos", como "apóstata", "filho do diabo", e coisas semelhantes.
  • Etiquetam as pessoas com uma leviandade impressionante e se agarram isso sem ouvir nenhum argumento vindo de suas vítimas.
  • São pessoas que não são capazes de compartilhar um pensamento inspirado na Bíblia, nem um testemunho de alguma coisa que exalte o Senhor.
  • Também não se encontra nada no seu perfil que alente a fé dos outros, nem nada que edifique ou sirva como ensinamento.

Essas pessoas tão "justas" e "zelosas" estão fazendo um dano enorme ao testemunho da Igreja de Cristo. Dizem ser cristãs, mas não obedecem a Jesus, que é o que um verdadeiro discípulo deve fazer "Mas, se vós soubésseis o que significa: Misericórdia quero e não sacrifício, não condenaríeis os inocentes." (Mateus 12:7)

A caraterística fundamenta das cinco virgens que vão com o Senhor é a PRUDÊNCIA. A Bíblia chama as outras de INSENSATAS.

Em Tito 2, Paulo nos fala justamente do que está de acordo com a sã doutrina. Entre vários atributos, está a prudência que recomenda que homens, mulheres e jovens devem ter.

Em outras palavras, os verdadeiros defensores da sã doutrina e os que manifestam as características das virgens que sobem com o Senhor, são PRUDENTES.

Convido, pois, a todo aquele que se diz ser filho de Deus a manifestar prudência, especialmente quando se manifestar em redes sociais e meios públicos.

Recomende esta páginaLer a Política de Cookies e Privacidade


Quer receber uma cópia do e-mail? Sim Não

Ir a la Hemeroteca