Envíanos un email a discernir@discernir.info Síguenos en Facebook Suscríbete a nuestro canal de YouTube Síguenos en Twitter Arriba
"Y enseñarán a mi pueblo a hacer diferencia entre lo santo y lo profano, y les enseñarán a discernir entre lo limpio y lo no limpio. "(Ez. 44:23)
Artículos
A Grande Revelação de SimeãoLeer artículo en españolLer em Português
La Gran Revelación de Simeón

Há na Bíblia algumas alusões fugazes a algumas pessoas, sobre as quais poucas pregações são escutadas, mas que podem nos edificar tremendamente.

Uma dessas pessoas é Simeão. Lucas conta o seguinte sobre esse homem:

"Havia em Jerusalém um homem cujo nome era Simeão; e este homem era justo e temente a Deus, esperando a consolação de Israel; e o Espírito Santo estava sobre ele. E fora-lhe revelado pelo Espírito Santo que ele não morreria antes de ter visto o Cristo do Senhor. E, pelo Espírito, foi ao templo e, quando os pais trouxeram o menino Jesus, para com ele procederem segundo o uso da lei, ele, então, o tomou em seus braços, e louvou a Deus, e disse:

"Agora, Senhor, podes despedir em paz o teu servo,
segundo a tua palavra;
pois já os meus olhos viram a tua salvação,
a qual tu preparaste perante a face de todos os povos,
luz para alumiar as nações,
e para glória de teu povo Israel."
(Lucas 2:25-32)

A Bíblia diz que, antes que o Espírito Santo viesse habitar no interior dos filhos de Deus, momento que se relata em Atos 2, somente os profetas, os reis e os sacerdotes tinham o privilegio de que o Espírito Santo viesse sobre eles

Notemos a diferença: vinha sobre eles nos momentos em que tinham que exercer sua função, mas não habitava neles o tempo todo.

Mas, no caso de Simeão há algo interessante: não era rei e, pelo que sabemos, também não era profeta ou sacerdote.

Para que isso fosse assim, Simeão tinha que ter um segredo importante. Se prestarmos atenção no texto que conta sua intervenção na vida do Messias, veremos que expressou uma revelação impressionante:

Jesus é:

  • o Messias prometido
  • luz para revelação aos gentios
  • glória de Israel

Lendo a vivência dos discípulos com o Senhor Jesus, vemos que custou muito para eles ter essa revelação. Pedro foi o primeiro para que se revelou, mas foi no fim da sua caminhada com o Senhor. Dos outros, alguns como Tomé, ainda tiveram que vê-lo ressuscitado para crer.

E esses homens tinham que transmitir para o mundo a boa nova de que Jesus, feito homem, era esse Messias de Deus, prometido para a humanidade!!!

Qual seria o relacionamento de Simeão com Deus, para que pudesse ver em um simples bebê recém-nascido o que custou tanto aos discípulos?

Penso que uma passagem que pode nos revelar o segredo de Simeão é a que encontramos em 1 João 3:2-3: "Amados, agora somos filhos de Deus, e ainda não é manifesto o que havemos de ser. Mas sabemos que, quando ele se manifestar, seremos semelhantes a ele; porque assim como é o veremos. E qualquer que nele tem esta esperança purifica-se a si mesmo, como também ele é puro."

Simeão se purificava pela esperança da vinda do Messias e todo aquele que também esperava a Sua vinda, purificava-se.

Qual é a sua expectativa a respeito disso? Você reflete com frequência sobre a Sua vinda? O que você sente quando pensa que logo estará diante de Jesus?

Antes de alguém crer que a mera esperança nos purifica como se fosse um toque mágico, vou esmiuçar o assunto.

Quem espera o Messias se purifica porque, assim como uma noiva se prepara para o casamento, vai se limpando, engalanando-se e se perfumando para estar impecavelmente bela diante do noivo nesse momento maravilhoso. Também procura sabe mais sobre o noivo.

Simeão se preparou durante toda a sua vida na esperança do Messias; de tal forma que Deus lhe concedeu o privilégio de vê-lo antes de partir desta vida. Deus deu para Simeão o grande presente que tinha desejado sua vida inteira.

Imagino que Simeão terá tido uma expectação impressionante quando o Espírito Santo lhe revelou que o Messias antes de partir. Porém, o seu grande momento de ter sido quando pôde contemplá-lo diante dos seus olhos, ainda que ainda sendo um bebê.

Além disso, Simeão expressou a essência e a profundidade da missão do Messias: ser revelação aos gentios (pagãos), que não conheciam o seu Criador, e glória de Israel. Sem dúvida, Israel tem um privilégio impressionante por ter sido a nação criada para receber o Messias.

O que milhares e milhares de rabis estudiosos das Escrituras até hoje não foram capazes de ver, e que custou para os discípulos entenderem, um homem simples, Simeão, sobre quem o Espírito de Deus estava, viu.

O que esse homem nos ensina? Acho que duas coisas importantes, principalmente:

  1. Nós temos vantagem sobre Simeão, já que temos o Espírito Santo morando dentro de nós o tempo todo. Ainda que às vezes isso nos traz mais responsabilidade, porque não temos desculpa para não obedecê-lo e tirar todo o proveito que isso traz consigo.
  2. Quando uma pessoa vive na dependência do Espírito Santo, pode receber revelações profundíssimas, que superarão muito qualquer coisa que possamos aprender intelectualmente, ainda que estudemos durante toda a vida. Além disso, o que o Espírito Santo nos ensina é de importância vital, como reconhecer e conhecer o Redentor da Humanidade.

Lembremo-nos de que Deus dá dons e talentos, mas que não tolera que sejam desperdiçados, porque os dá para um propósito muito importante. Esse propósito está em Efésios 4, onde Deus diz que devemos edificar o Corpo de Cristo e chegar à estatura do varão perfeito, que é Cristo.

Edificar o Corpo de Cristo tem que ver com amadurecer, ajudar os outros a amadurecer no conhecimento do Senhor e também estender o Reino, pregando as Boas Novas para os que não o conhecem.

Aprenda com Simeão e não espere até que outros lhe tragam "revelações". Se você já entregou a sua vida a Jesus, o Espírito Santo habita em você. Busque você mesmo dele a revelação, que Ele sabe o que você necessita pessoalmente.

Seja diligente com o privilégio que Deus lhe deu, porque um dia você terá que prestar contar a Deus por isso. Desfrute desse impressionante presente que Deus deu a Seus filhos: que o Espírito Santo habite em nós. Procure a revelação do Redentor e empregue essa revelação para que muitos sejam salvos.

"Mas recebereis a virtude do Espírito Santo, que há de vir sobre vós; e ser-me-eis testemunhas tanto em Jerusalém como em toda a Judeia e Samaria e até aos confins da terra." (Atos 1:8)

Recomende esta páginaLer a Política de Cookies e Privacidade


Quer receber uma cópia do e-mail? Sim Não

Ir a la Hemeroteca